Language:
Texto original escrito em inglês. Todas as traduções foram feitas usando IA
00:00

Excisão de tumor lipomatoso atípico do compartimento posterior da coxa

ver:

Visão geral

Inscreva-se para obter acesso total a essa operação e ao extenso Atlas de Cirurgia da Tumores ósseos e de tecidos moles.

TESTE GRATUITO


Os tumores lipomatosos são os tumores benignos e malignos de tecidos moles mais comuns encontrados na prática clínica, apresentando-se normalmente na meia-idade e na velhice, mas podem ocorrer em crianças e adolescentes. Os lipomas superficiais benignos geralmente surgem no tecido subcutâneo das costas, ombros, pescoço e extremidades proximais. Os lipomas intramusculares também ocorrem e são encontrados dentro ou entre os músculos e aderidos a articulações, tendões, ossos e nervos. Em 5% dos casos, os lipomas podem ser múltiplos e simétricos no dorso e nos membros superiores proximais.

O exame revela lesões solitárias, macias, indolores, móveis e de crescimento lento. Os lipomas localizados profundamente podem ser ocultos e, portanto, maiores na apresentação. As radiografias podem revelar um inchaço radiolúcido, que aparece como lesões encapsuladas, homogêneas, de alto sinal em T1 com sinal isointenso para a gordura subcutânea adjacente e totalmente suprimido em sequências de DP sensíveis a fluidos. Essas lesões são avasculares e não são captadas por angiografia, cintilografia ou contraste.

Após a excisão marginal, esses tumores amarelos lobulados demonstram adipócitos maduros organizados em lóbulos com citoplasma vazio. A excisão é curativa e as recidivas são raras nos lipomas superficiais, sendo mais comuns nos lipomas intramusculares.

Os lipossarcomas representam 10% de todos os sarcomas de tecidos moles e são os sarcomas malignos de tecidos moles mais comuns, surgindo normalmente em adultos após a terceira década. Eles podem surgir em qualquer local com gordura, mas a maioria é encontrada na parte profunda da face, na coxa, virilha, panturrilha, fossa poplítea e nádega. Essas lesões insidiosas podem atingir grandes tamanhos antes da apresentação e algumas podem apresentar dor. Pode ocorrer compressão do nervo ou edema secundário à oclusão venosa, principalmente se envolver o retroperitônio. As sequências de RM revelam aparências heterogêneas e inespecíficas de regiões de alto e baixo sinal em T2. Esses tumores podem erodir o osso cortical adjacente, que responde com uma reação periosteal modesta. Eles apresentam captação difusa com cintilografia e a angiografia mostra neoangiogênese densa.

Os lipossarcomas compreendem um espectro de lesões de baixo a alto grau. Os tumores lipomatosos atípicos (ALTs) são considerados localmente agressivos com características histológicas de atipia celular (baixo grau) e também podem ser chamados de “lipoma bem diferenciado como lipossarcomas” em outros centros, embora o uso do termo “lipossarcoma” para descrever uma lesão que não apresenta metástase seja controverso e potencialmente perturbador para os pacientes (https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/j.1445-2197.2005.03519.x).

Os ALTs representam 40% de todos os lipossarcomas e têm uma taxa de recorrência de <10% com excisão marginal. Eles raramente são letais (a menos que surjam em locais retroperitoneais ou abdominais, onde se comportam de forma mais agressiva). A diferenciação entre lipomas e tumores lipomatosos atípicos é auxiliada pela amplificação citogenética do MDM2 por hibridização in situ por fluorescência (FISH). Em um estudo, nenhuma das lesões lipomatosas benignas demonstrou amplificação do MDM2, o que torna essa ferramenta valiosa para o diagnóstico de neoplasias lipomatosas bem diferenciadas (Weaver J, Downs-Kelly E, Goldblum JR, et al. Fluorescence in situ hybridization for MDM2 gene amplification as a diagnostic tool in lipomatous neoplasms. Mod. Pathol.[Internet]. 21(8), 943-9 (2008). Disponível em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18500263).

Autores: Robert Grimer e Jonathan Stevenson.

Instituição: The Royal Orthopaedic Hospital, Birmingham, Reino Unido.

Os médicos devem buscar esclarecimentos sobre se qualquer implante demonstrado está licenciado para uso em seu próprio país.

Nos EUA, entre em contato com: fda.gov
No Reino Unido, entre em contato com: gov.uk
Na UE, entre em contato com: ema.europa.eu

Credenciamentos

Logo Logo Logo Logo Logo Logo Logo Logo Logo

Associates & Partners

Logo Logo Logo Logo Logo Logo Logo
Textbook cover image Voltar para
Livro-texto Orthosolutions Roundtable